21/06/2017

A EnviroChemie moderniza o tratamento de águas residuais de um fabricante de molhos e ketchup na Rússia

A EnviroChemie foi contratada por uma empresa russa do ramo de alimentos para projetar a construção de uma nova estação de tratamento de águas residuais.

A estação foi erguida na cidade de Otradnoye, a 40 km de São Petersburgo, e sua construção foi necessária para adaptar a capacidade de tratamento à ampliação da produção de molhos e ketchup. O objetivo também foi garantir a conformidade aos rigorosos padrões russos de descarga direta. Entre os padrões, destacam-se os limites de gordura, DQO (demanda química de oxigênio) e fósforo.

Em média, 1.200 metros cúbicos de águas residuais são tratados diariamente na nova estação de tratamento. Os engenheiros já dimensionaram alguns componentes para uma expansão prevista para 1.500 metros cúbicos de águas residuais por dia em função de um aumento da produção planejado.

O sistema de tratamento escolhido é composto de um tratamento multiestágio: Uma caixa separadora de gordura, uma unidade de flotação Flomar, um estágio de tratamento anaeróbio com desnitrificação e nitrificação Biomar. O sistema é complementado por um estágio de pós-tratamento especialmente desenvolvido que utiliza condicionamento químico, filtração, adsorção de carvão ativado e oxidação. Além do planejamento e construção, o projeto inclui a entrega do sistema ao cliente russo, acompanhamento da montagem, comissionamento e treinamento. O cliente tem à sua disposição a equipe da filial da EnviroChemie em Ekateringburg.

A EnviroChemie desenvolveu para o cliente um conceito sustentável que garante o cumprimento dos valores-limite na descarga direta. Além disso, o porte do sistema já é compatível com a ampliação da produção prevista futuramente e o consequente aumento do volume de águas residuais.

Voltar para o panorama de notícias