21/12/2018

EnviroChemie é contratada para construir usina para geração de biogás a partir de soro e lamas

Uma grande indústria de laticínios gera biogás utilizando uma usina de tratamento biológica multinível para efluentes com alto nível de impurezas e dejetos líquidos.
Uma grande indústria de laticínios gera biogás utilizando uma usina de tratamento biológica multinível para efluentes com alto nível de impurezas e dejetos líquidos.

Uma grande indústria de laticínios do Hemisfério Sul contratou a EnviroChemie para construir uma usina biológica multinível, na qual efluentes e lamas possam ser tratados de forma a gerar biogás.

Primeiramente, foi realizada uma consultoria detalhada por parte da EnviroChemie. Além disso, engenheiros da empresa alemã constataram, através de um estudo, os parâmetros necessários para projetar a usina, apresentando ao cliente possíveis tecnologias de processo.

O método escolhido foi o tratamento anaeróbico/aeróbico com os tipos de usina Biomar AWR e OBR A partir de aproximadamente 180 m³ diários de soro e lama de flotação provenientes da produção de queijo, são gerados até 2.200 kW de biogás.

O conceito de tratamento, através do qual energia é gerada a partir de efluentes e lamas com alto teor orgânico, convenceu o cliente. A nova tecnologia da usina possibilita reduzir a carga orgânica nos efluentes e economizar custos de energia primária e descarte.

O know-how da EnviroChemie e as cooperações já realizadas convenceram os tomadores de decisão da indústria de laticínios a contratar os serviços da construtora de usinas alemã.

A nova usina de tratamento deve entrar em operação até o fim de 2019.

Voltar para o panorama de notícias