07.05.2019

Gestão de água otimizada por meio de digitalização

AtravĆ©s da digitalizaĆ§Ć£o Ć© possĆ­vel obter economias e otimizaƧƵes na gestĆ£o de Ć”gua
Através da digitalização é possível obter economias e otimizações na gestão de água

Enquanto a digitalização na área de produção industrial progride rapidamente, o grau de digitalização na gestão da água ainda não alcançou um nível comparável. Em especial na área industrial, a tecnologia da água é necessária, devido à sua forte ligação com a produção. Para isso, a gestão da água deve tornar-se mais flexível e conectada. Os detalhes disso foram apresentados por especialistas do setor em 2018, no documento de posicionamento “IndustrieWasser 4.0” da DECHEMA Gesellschaft für Chemische Technik und Biotechnologie e.V.

No projeto integrado DynaWater 4.0, a EnviroChemie GmbH aplica o conceito “IndustrieWasser 4.0” em  estações de efluentes industriais próprias da série Split-O-Mat®. O objetivo é a integração total e segura de dados relevantes para efluentes provenientes do processo de produção industrial ao comando de uma estação de tratamento de água residual existente. Os dados são transmitidos para um “gêmeo digital”, com o qual é possível, por exemplo, organizar a otimização contínua da operação. A partir do desenvolvimento de uma forma mais segura de transmissão de dados e do “gêmeo digital”, com os parceiros do projeto “DynaWater4.0”, a EnviroChemie espera alcançar uma melhora adicional das estações Split-O-Mat®, para tratamento físico-químico de efluentes industriais em diversos setores.

Oito parceiros das áreas de indústria e pesquisa se dedicarão primeiramente aos potenciais científicos, técnicos e econômicos que estão ligados à digitalização na gestão industrial de água. O Ministério Alemão de Educação e Pesquisa (BMBF) vai financiar o projeto integrado DynaWater 4.0 durante um período de três anos, com um investimento de mais de 1,5 milhões de euros.

O objetivo do DynaWater 4.0 é utilizar o conceito “IndustrieWasser 4.0” para conectar entre si modelos e sistemas ciber-físicos (CPS), redes de sensores, plataformas de dados e componentes da área de gestão de água e produção industrial. Isso tudo será demonstrado e avaliado através de exemplos concretos dos setores químico, siderúrgico e de cosméticos O grau de interligação pode ser a conexão digital de processos em uma empresa, em um local de produção, ou até mesmo a integração da gestão comunitária de águas (residuais). Adicionalmente, os parceiros de projeto desejam mostrar como esses resultados  também podem ser explorados em outros setores. Assim, a cooperação digital entre a gestão de águas industrial e a produção é apresentada por meio de exemplos em diversos níveis. Além disso, objetiva-se estimar os potenciais de otimização obtidos.

Voltar para o panorama de notĆ­cias