11/04/2017

Usinas de flotação para o tratamento de águas residuais com muita procura

Usina de flotação Lugan em uma usina EnviModul de construção modular para o pós-tratamento das águas residuais de leitarias
Usina de flotação Lugan em uma usina EnviModul de construção modular para o pós-tratamento das águas residuais de leitarias

A Envirochemie GmbH, fornecedor de sistemas industriais para o tratamento de água e de águas residuais, registrou em 2016 vendas recordes de suas usinas de flotação. As vendas do ano anterior foram mais uma vez claramente ultrapassadas na maior série de produção, as unidades Flomar, construídas para uma capacidade de até 300 metros cúbicos de águas residuais por hora. As unidades Flomar, que trabalham com o processo de flotação por ar dissolvido, são utilizadas sobretudo em leitarias, empresas de processamento de carne e de peixe, mineração, na indústria de óleos e como limpeza posterior em usinas de ativação.

Com aplicações com uma capacidade entre um e 20 metros cúbicos de água por hora, a empresa de engenharia de usinas para tratamento recorre a suas usinas de flotação compactas da gama Lugan. A gama de modelos é constantemente trabalhada por engenheiros a fim de encontrar novas áreas de aplicação.

Para além das usinas de flotação por ar dissolvido, foram também instaladas com sucesso usinas de eletroflotação da série E-Flo Dr. Baer. Em esta série, minúsculas bolhas de gás são geradas nos elétrodos por tensão elétrica para a flotação. A vantagem do processo é a diminuta quantidade de lamas gerada no tratamento de águas residuais. Desta forma, a eletroflotação é atrativa para áreas de aplicação como por exemplo no processamento de ferro e metais. “As usinas de flotação constituirão, no futuro, uma parte importante de nossa gama de produção”, afirma o Dr. Volker Oles, gerente de construção de usinas da EnviroChemie.

Zum Newsarchiv